14 de mai de 2011

DESPEDIDA











Oi, QUERIDA

hoje não tem poesia
hoje não tem amor louco
hoje o espaço é pouco
pra tanta emoção

hoje o grito de liberdade
está abafado
hoje a saudade
é a dona da situasção

Hoje tudo está quieto
você não está por perto
parece que o mundo acabou
parece que tudo se calou
parece que o amor se foi
parece que você nunca me amou
hoje a única coisa certa
é que você me escapou

a de antônio

Um comentário:

  1. Gostei muito de, DESPEDIDA, irmão, deu até vontade de colocar música, quem sabe, o que é bom vale a pena arriscar.
    Um abraço,
    Anibal.

    ResponderExcluir