13 de dez de 2011

Quando esbarram em mim

Mesmo não sendo a hora
eu faço poesia
já dizia o poeta
ainda mal rompeu o dia.

eu não sou assim
só faço poesia
quando esbarram em mim
assim foram suas fotos
assim foram suas palavras
assim foi seu charme
e assim ficou meu coração
um vulcão
repleto de larvas

e ele quer explodir .
mas pra quê ?
se você ainda não me disse
que quer me ouvir .
A de Antônio

Nenhum comentário:

Postar um comentário