2 de jan de 2012

De novo outra vez?





Como se fosse uma mania
talvez um cacófaco nonô
um feliz aNO NOvo
de novo assim de repente
parece que pega a gente
sempre desprevenido
é que às vezes não faz sentido
ter que começar tudo de novo
se estava dando tão certo esse nosso affair
ah, meu Deus pra quê mais fé
se a que eu tenho em você é tão grande
se o meu medo de novidade
nesta idade
pode fazer você se esquecer de mim de novo
como naquela vez
lembra quando você
me disse
vou ser diferente
pode contar comigo
não deixarei você me esperando
vou estar sempre te amando
e agora que vou fazer
se é você quem me diz
ah, eu sempre de você aprendiz
ter que me mudar outra vez
ser diferente eu?
ah meu Deus
pra que esse Feliz Ano novo
de novo
redundante
ah vamos ser
como era antes
bem nosso sempre igual
ah quando tudo era festa
quando tudo era nu real
bem brasileiro
bem carnaval

A de Antônio

Nenhum comentário:

Postar um comentário