25 de mar de 2014

Tem musa que gosta de assanhar... São musas invisíveis ......

Quando voltar

Como quer um poema
se você , musa ardente.

sai de repente
e não deixa certeza se vai voltar
o poema seu fica assim
rápido
passageiro
voraz
mas não engole a minha saudade
e deixa suspenso
e assim como fico
não sei se continuo
se penso
em novamente querer
por que não se assunta logo
se junta
e como fogo que é me vem arder
aceite meu convite
você sabe que há muito tempo existe
uma vontade que agora é louca
e que insiste
em pelo menos
imaginar um beijo de sua boca
e assim se voltar
e quando voltar achar
que ainda há restos de mim
não me deixe de novo
assim sem poesia
sua alegria
e espero que ainda me encontre
renascendo em você
e não mais me desaponte
venha pelo menos dizer
que saiu por que não mais aguenta
só de me ver...

a DE antônio

Nenhum comentário:

Postar um comentário