18 de jun de 2015

Mais um poema

NÃO FOI PRA VOCÊ QUE ESCREVI

Minha cabeça quando dói
E ela sabe porque sofre
Explode minha alma e corpo em soluções sem sentidos
mas me curo em um poema
Que ninguém entende
Nem eu mesmo
Pois as palavras que saem
Não falam
E não dizem
De minhas vontade e tesões
Apenas se resumem em senões
Mas eu gozo
Pois masturbo
Todas as saudades
De minhas antigas e atuais melhores idades.

a de antônio

Nenhum comentário:

Postar um comentário