26 de jul de 2011

tesão ressuscitado

Agora já posso chorar
sentir a dor de ser apenas carne e osso
sentir ser humano
sem ser poeta
perder a luz de um sonho
a quimera de uma juventude aos 61 anos
Agora já posso ver lá longe que o horizonte não existe
que o pé está fincado no chão
pra quem não lhe dão ar pra voar
Pra quem não pode ser condor
pois era apenas um metido a beija-flor
Agora já posso chorar com lágrimas
e não apenas com palavras
água verdadeira, cristalina
e não com o coração
que vai continuar batendo pausadamente
pois pálpebras é que estarão coçando
lacrimejando de tesão
Olhos lubrificados
Alma única
sem atritos
deixando as pedras no caminho
mas sem traves nos olhos
Assim evitar causas de glaucomas
e saber que poderei morrer
vendo, enxergando
o que o eu lírico me ocultava
Agora posso chorar
embora ainda não tenha o direito de assim poder se expressar
Agora sim
Choro e tenho lágrimas pra me ajudar,
me fazer carinhos,
e nem precisar teclar carências
ou burilar meus olhos que ficarão
claros
sem aquele vermelhidão
ficar vermelho apenas o coração
deixar o sangue fazer seu percurso
Agora posso chorar
sentir no cérebro o que é desilusão
pagar por todos os erros e talvez um único pecado
estar sempre perdidamente apaixonado
Mas continuar novo,
criança,
jovem
um tesão ressuscitado.
 ( A de Antônio, Sérgio de Antônio, Oinotna Ocram, Freicalici )   Recado ML 002
NOTA DO AUTOR:
Este poema não é endereçado aos amigos que sempre me apoiaram é apenas um alerta ao meu próprio eu atendendo um pouco ao meu lado racional, embora não há nada mais racional que viver e entender versos literários. Talvez seja mais uma forma de eu querer aparecer para aqueles que não gostam de mim,ou que não querem que eu faça parte de sua panelinha . Afinal não gosto de ser assado e nem de ser cozido.

Um comentário:

  1. Alô irmão,
    É isso aí, o importante é ser diferente, sem panela, sem tampa e sem alça, já pensou todo mundo pensando da mesma maneira? A diferença é a que faz diferença na evolução das coisas, a diversidade é a coisa mais importante que existe, eu me sinto bem em ser assim, estou sempre acrescentando algo de novo, como você diz com propriedade na sua poesia, tesão ressuscitado.
    Abraços.

    ResponderExcluir